Meninos e o carvão. È a lei da vida.

Aprenda logo pequeno gafanhoto, você é dono de tudo que constroi, vai colher tudo que plantar. Seja bom ou ruim. Não tem haver com religiosidade ou previsões de algum vidente, apenas é verdade. Se esforçe e aprenda aquele monte de coisas - que parecem inúteis - que os professores ensinam, um dia se você precisar, você vai saber. Ferre com a vida de alguem e um dia isso volta. Talvez não exatamente do jeito que você espera, mais volta, experimente para ver! Você pode ser mais maxo que o Chuck Norris, ou mais espritual que o Buda, a vida vai um dia lhe pegar de jeito. A diferença é o tamanho do estrago, o quanto você se importa com o que vai perder, na mesma medida, o quanto você é "bom" e "honesto" para se arrepender. Para os que gostam de matar e chupar o sangue, talvez não faça diferença.
Tem aquela lição de moral que alguns professores dão aos alunos: Ele pegam e reunem a piralhada, colocam em fina, põe um saco de carvão ao lado deles e esticam um pano branco bem longe. Não demora e a meninada começa a atirar pedaços de carvão no pano para acerta-lo. Sentindo aquele gostinho de sujar o lindo pano branco e tirando a ofença da sua perfeição. Mais ao final, depois de se mataram de tanto atiram pedaços de carvão e pouco acertar o pano. Descobrem que se suas mãos estão muito mais sujas que o pano e não só suas mãos, mais suas roupas também.
È aquela coisa, as vezes para se vingar de alguem, você se expõe mais e passa muito mais por ridículo do que consegue fazer a outra pessoa sentir mal.
Pequeno gafanhoto, não soque as pedras e o ultimo grande ninja já morreu, não tente andar na chuva sem se molhar.
Já disse o grande seu madruga " A vingança nunca é plena, mata a alma e envenena", que deus o tenha...

0 comentários:

Post"s Relacionados




Recomendamos