Àcaros, 10% do peso de seu traveseiro pode ser culpa deles.


Chega a ser assustador, estudos práticos demonstraram que, após 6 anos de uso, um travesseiro pode ter 10% de seu peso em ácaros, seus detritos e fragmentos de pele humana.
(Portal Brasil)
E não sei o que é pior, pegar o travesseiro e imaginar que parte dele está vivo ou a pessoa que usa o mesmo travesseiro por 6 anos. Tudo bem, minha avó tem alguns que são mais velhos que eu, não é tão anormal assim.

Tudo sobre os ácaros:

Animais meigos, existem mais de 30.000 espécies descritas, sendo que acredita-se existirem muitas outras espécies que ainda não foram classificadas no mundo inteiro. Tem entre 200 e 500 micrômetros - um micrômetro equivale a milionésimo de metro, eu tive que pesquisar.
O que eles comem? Escamas de pele humana e de animais. O ser humano normalmente perde 1g de pele todos os dias. Eles vivem geralmente em meio a fibras, colchões, mantas de lã, almofadas de penas, tapetes, alcatifas, sofás e bonecos de peluch.
Ele gostam de calor de umidade, adoram o clima tropical. O engraçado é que eles não sobrevivem a grandes alturas, acima de 1.200m, geralmente a uma grande melhora nas alergias quando as pessoas se mudam ou viajam para lugares altos assim.
Pra terminar, ele vivem de 2 a 3 meses, durante os quais acasalam 1 a 2 vezes, dando origem a uma postura de 20 a 50 ovos.
Ainda tenho calafrios quando penso que alguns milhões deles estão acasalando pela minha casa nesse exato momento.

Àcaros e a alergia:

São os excrementos dos ácaros e os ácaros mortos que incomodam. Eles dispersam-se em poeira fina, sendo inalados e podendo provocar alergias. Normalmente as pessoas não tem problema com a quantidade normal deles, as pessoas alérgicas tem maior sensibilidade a eles, essas representam cerca de 10% a 20% da população. Existem até casos raros de anafilaxia após ingestão de alimentos contaminados por grandes quantidades.

Dicas para prevenção:

- Arejamento diário dos quartos;
- Exposição ao ar e ao sol dos colchões, edredons e almofadas;
- Lavagem frequente a 60°C dos colchões, edredons e almofadas;
- Aspiração regular e frequente dos colchões e tapetes com aspiradores munidos de filtros HEPA;
- Tratamento de colchões e tapetes com acaricidas;
- Utilização de coberturas anti-ácaros em poliuretano nos colchões, edredons e almofadas;
- Evicção de animais domésticos;
- Remoção de alcatifas;
- Lavagem semanal dos bonecos de peluche;
- Manutenção de uma atmosfera seca no interior das habitações (humidade relativa a 50 a 60 % e temperatura entre 18 e 20°C);
(Wikipedia -Acaro)

0 comentários:

Post"s Relacionados




Recomendamos