Diferenças entre discos básicos e dinâmicos. O que são eles?



Outro dia eu me deparei com uma dúvida: O que são discos dinâmicos? E qual a diferença para os básicos? Pesquisando eu achei, vamos as respostas:

A opção de transformar um disco em dinâmico na hora da formatação surgiu com o Windows Server 2000, o formato não é reconhecido em Windows NT Server 4.0, Windows 95, Windows 98 e Windows NT Workstation 4.0.
Quando você criar partições em um disco comum (básico), você dividi ele em volumes. Por exemplo, quando você divide um hd de 50Gb em duas partições de 25gb, cada uma delas se comporta com uma unidade diferente (C: e D:). Você pode ter até 4 partições primário ou 3 primárias e uma lógica em um disco rígido.
Já no disco dinâmico é criada uma unica partição durante a formatação, porém, essa pode ser dividida em volumes, esses, compostos por uma ou mais partes de um ou mais discos. Ou seja, você pode colocar cinco Hd's, somar seus tamanhos e tornar eles um volume só. O sistema vai gravando e quando o primeiro estiver cheio ele partirá para o segundo, depois para o terceiro e assim por diante.
Essa tecnologia é bem interessante quando você usa RAID1 ou RAID5. Não é minha intenção explicar sobre isso, mas para você entender um pouco vou colocar um texto tirado do site juliobattisti:

Mirror set – Raid 1: Permite a duplicação da partição. Com isso a medida que os dados vão sendo gravados, o Windows 2000 Server, automaticamente vai duplicando os dados na partição espelhada. Pode conter a Partição do sistema e também a Partição de boot. O maior inconveniente é que existe um comprometimento de 50% do espaço em disco. Por exemplo, para fazer o espelhamento de uma partição de 2 GB, estaremos ocupando 4 GB em disco. Apresenta tolerância a falhas, pois se uma das partições espelhadas falhar, a outra continua funcionando. Podemos substituir o disco defeituoso e restabelecer o espelhamento.


Stripe set com paridade – Raid 5: Um Stripe set com paridade é um Stripe set com tolerância a falhas. Junto com os dados, o Windows 2000 Server grava informações de paridade (obtidas a partir de cálculos matemáticos) nos vários discos que formam o Stripe set com paridade. Com isso, no evento de falha de um dos discos, toda a informação do disco com problemas, pode ser reconstituída a partir das informações de paridade dos outros discos. O disco defeituoso pode ser substituído e a informação nele contida pode ser recriada a partir da informação de paridade nos demais discos do RAID-5. Para que possamos construir um RAID-5, mínimo de três discos é necessário. Porém se dois discos falharem, ao mesmo tempo, não será possível recuperar a informação. Também existem implementações de RAID-5 em hardware, que são mais rápidas, porém mais caras.


Para saber mais, o jeito é pesquisar.

Fontes de pesquisa:
Suporte Microsoft
Clube do Hardware
Microsoft
Juliobattisti
Aqua-pc Forúm
Michelazzo

1 comentários:

  Guilherme

2:55 PM

Ae Cara,

te indiquei para participar do meme, que ta rolando ai.

http://www.mentesvazias.com

se quiser participa ai,

vlw!

Post"s Relacionados




Recomendamos