Mumificação: Tirando o Cérebro pelo nariz.

A mumificação é um processo curioso - bizarro também eu diria. No antigo Egito, as pessoas acreditavam na vida após a morte, e como tal, faziam tudo que podiam para preservar os corpos até o retorno da alma. Os faraós em especial, eram colocados em suas tumbas junto com todos os seus pertences, tudo que eles achavam ser importante e de valor para quando a alma voltasse.



O povo Egípcio possuía um grande conhecimento em medicina e anatomia, faziam uso de diversas técnica para preservar os corpos. Na mumificação, o curioso é como eles preparavam os corpos, o primeiro passo, por exemplo, era lavar o corpo e depois retirar o cérebro pelo nariz. Um instrumento curvo era utilizado, eles o colocavam narina a dentro e mexiam no cérebro até ele se liqüefazer. Depois injetavam vinho de tâmara para ajudar na decomposição, viravam o corpo de lado e a massa cinzenta escorria para fora.
O cérebro era o primeiro a ser retirado por que é o primeiro a se decompor depois da morte. Depois desse retirado, eles abriam uma brecha no abdomem e retiravam todos os orgãos, menos o coração, esse era tido com o centro da inteligência e força de vida.
Os orgãos eram colocados em vasilhas e postos na tumba junto do faraó - ou em outro casos, enrolados em linho e recolocados dentro do corpo -. Por fim, enchiam o morto com saquinhos de sala para desidrata-lo por 40 dias, tampavam as cavidades, cobriam de resina e enfaixavam. O processo todo durava 70 dias, isso acompanhado de orações e encantamento.
Tudo bem, só que isso era pra quem tinha dinheiro e poder, para a classe baixa, o processo era um pouco diferente. Eles davam uma injeção de essências e de vinhos corrosivos através do ânus, colocavam uma espécie de tampão e em alguns dias tiravam tudo o que se dissolveu. Depois devolviam para os parentes. Nossa, injeção anal com líquidos corrosivos!

Para completar, existe um outro processo de mumificação pouco divulgado. A Mumificação Solar:

O Faraó morre e o seu corpo é cozinhado até as carnes se desprenderem dos ossos. Os ossos são pintados de vermelho, enfaixados, fazendo-se uma estocagem na múmia com gesso. Pinta-se o retrato da pessoa na própria múmia. E esta se forma ao mesmo tempo em uma estátua Ka, ou seja, uma estátua que vai abrigar a alma do morto.(Wikipedia)


È, tudo pela vida eterna.

Fontes:
StarNews2001
Uol - Educação

3 comentários:

  Bocaberta

10:25 PM

Socorro! Que horror essa tal de mumificação hein Didgio?! loucura mesmo, ótima pesquisa é sempre bom te visitar e ver curiosidades como esta.Um ótimo finalzinho de semana.Beijocas
Krika

  Juca

10:47 PM

Didgio, já é, parceiro! rs rs

Obrigado pela visita e pelo elogio, é sempre reconfortante recebê-lo! Dá uma sensação que você está fazendo algo de bom!

Vou colocar seu banner ainda hoje!

Abração! Bom final de semana!
Juca

PS1: Desejo sucesso sempre e vida longa ao Neurônios Hiperativos.

PS2: Quanto à mumificação, muito interessante saber detalhes. O que era legal nisso tudo é que eles não tinham medo da morte, nem de cuidar do corpo já sem vida. Meu desejo é ser cremado e que as cinzas sejam jogadas num bosque ou parque, algo assim! Apesar de não acreditar em vida após a morte! rs rs

  Anônimo

4:20 PM

Pobre leva no rabo até na hora da mumificação.
Tá loko

Post"s Relacionados




Recomendamos