As coisas com as quais não me conformo.

Acho que é por isso que tantas pessoas dão tanto de si por um bem maior. Por que não se conformam, não aceitam uma realidade cruel, o lado triste da vida. E essas mesmas pessoas, que sempre lutam pela dignidade das outras, é que são as mais dignas do meu respeito.
O incrível é como gastam capas de jornais com "celebridades", pessoas com um falso encanto, e nem sequer reservam um parágrafo a alguém que esta fazendo algo de bom ao mundo. Mas é assim, só falam quando o ditucujo morre, ai eles enchem a página, e no fim, não é por respeito ao cara, é por que tragédia vende! Pergunte a alguém que trabalha na editora de algum jornal. Adoram um acidente grave, muito sangue, dois ou três dígitos de "numero de mortos".
Ao mesmo tempo, eu vejo tantas pessoas queridas com enormes cicatrizes no meio do peito, geralmente causadas por algo que elas nem sequer compreendem direito. Gente de caráter, que fazia o melhor que podia ao mundo, vendo tudo que tinha desmoronando e caindo sem dó, vendo os fantasmas do passado voltando para pisar um pouco mais em suas dores.
È nessas horas que eu acredito que a gente tem que ser forte, por nós e por quem está ao nosso lado, por que as vezes os seres humanos - por ignorancia e por que sabe lá deus - tem algumas idéias, digamos, "não muito boas".
E esses mesmos seres humanos, tornam seus medos os medos dos outros, tornam a sua ganância, sua estupidez, sua falta de carater, a lágrimas de outros. E isso me deixa realmente revoltado. Como algum sábio já disse no passado, "alguem me diga onde está a glória nisso?". E sabem o que mais me deixa fora de mim? È que elas nem ao menos fazem isso por algum bom motivo, é por simples amor ao desejo, não ao objeto desejado. Por uma indescritível e brutal mistura de prazer com lei da sobrevivência.
Já quando um pai rouba uma caixa de leite para dar aos filhos, ele e é preso. Por deus, quem não faria isso por amor a um filho? Que mãe aguenta ouvir um filho chorando com fome, eu seria capaz de fazer pedras darem leite, juro. Não, mas prendem o cara, ele passa a noite na cadeia e fica sem o leite.
E tudo isso por que o dinheiro que seria destinado para essa familia carente, fruto de uma sociedade com poucos oportunidades de trabalho, foi roubado por alguma grande escroto humano lá encima na pirâmide do poder democrático. E esse monumental estrume sequer vai preso, tem a cara de pau de carregar dinheiro do povo nos bolsos - e também nas partes intimas.
È por tudo isso, através de meus próprios erros - e do horrível sabor da maldade que já senti- que aprendi e não me junto a carnificina. Que nunca vou caçar junto com os lobos na noite, famintos, loucos para agarrar, para estraçalhar suas presas e só descansarem quando sentirem o cheiro do sangue...

2 comentários:

  Rossi

9:52 PM

Este comentário foi removido pelo autor.
  Du

4:49 PM

Quem se conformaria...

Forte e intenso esse texto!

Post"s Relacionados




Recomendamos