Paquistanês vende rim da esposa para comprar um trator.


(Foto meramente ilutrativa)

Eu estava pesquisando sobre o tráfico de órgãos quando encontrei essa:

Shakeel Ahmed, um Paquistanês de atitudes não muito boas, percebeu que precisava de um trator. Sabem como é, a concorrência estava ficando forte, os pequenos agricultores estão sendo esmagados pelo grandes latifundiários, um trator serviria para tornar a vida menos dura.
Para conseguir dinheiro e dar fim o seu martírio, Shakell então resolveu vender um dos rins. No Paquistão, diferente de outros paises do mundo, não há leis contra a venda de órgãos humanos, lá o procedidemento é legal. O problema dessa história, é que o rim que ele vendeu pertencia a sua mulher e ele não pediu permissão a ela.
Ná época, sua esposa estava grávida de 3 meses e Shakell achou que ela merecia apanhar, espancou a coitada e logo depois a levou para um hospital. Lá no hospital ele não perdeu a chance, com a conivência de outras três pessoas ele assinou a papelada e vendeu o órgão mulher.
A mulher só ficou sabendo o que realmente havia acontecido 18 meses depois quando teve que fazer um tratamento para um problema urinário. Foi quando Safia - que é o nome dela -, chamou a polícia e o oficial Mohammad Akram descobriu tudo.
O homem foi preso, mas não ficou muito tempo na cadeia, pagou fiança e agora está em liberdade. Não é só no Brasil que as coisas não são muito honestas.

Fonte:
Gazeta do Povo On-line.

0 comentários:

Post"s Relacionados




Recomendamos