Vamos começar a comprar e vender barris de petróleo!


È isso mesmo pessoal, vamos comprar e vender petróleo, ficaremos ricos! Se qualquer um de nós tivesse comprar alguns barris de petróleo a dois anos atrás e fôssemos vende-los hoje, teríamos conseguido um lucro de 50% ou 60%. O preço do barril era cotado a 65,00 dólares em setembro de 2006, hoje, ele beira a casa dos 95,00 dólares. E sinceramente, não há nenhum motivo para impedir que seu preço continue aumentando.
Pensem bem, rende muito mais que uma poupança, chega a ser um investimento bem seguro. Se fosse fácil comprar e revender eu já tinha enchido a garagem da minha casa desse "ouro negro" - o que que não ia ser legal depois é limpar as marcas no chão, bom, com o lucro da pra comprar um piso novo.
Enquanto isso a gasolina continua subindo e subindo, é quase um abuso. O ruim é que ninguém pode parar de comprar, custe o que custar, os carros, principalmente ônibus e taxistas não podem parar. Quem paga a conta final? Nós!
Se o preço continuar subindo exponencialmente do jeito que está, tenho uma idéia melhor do que comprar petróleo, vou montar uma fábrica de bicicleta, com certeza as vendas irão aumentar.
O engraçado é que dizem que o Brasil é quase auto suficiente quando se trata da produção petróleo, mas seguimos os preços internacionais. Falando em produção, os ecologistas é que devem ter ficado triste com a descoberta de petróleo na Bacia dos Santo - e os investidores felizes com a grande alta nas ações da Petrobrás, menos o Morroida .-, a poluição e a guerra gerado por essa fonte de energia não acabarão tão cedo.
Eu fico pensando o que aconteceria se o petróleo acabasse, ou salvarão o mundo com alguma forma de energia não poluente ou acabaram com ele inventando algo mais perigoso, que conseqüentemente faz mais energia explodindo mais e poluindo mais.

1 comentários:

  Thoulz

9:38 PM

Pois é! Sobre Brasil ser quase auto-suficiente, o problema é que exportamos grande parte e - pelo menos até pouco tempo atrás - compravamos do exterior. Ridículo, mas é Brasil.

Post"s Relacionados




Recomendamos