Montando um negócio. A história de quem está começando.

Vou contar minha história:

Ao contrário de muita gente, eu entrei na faculdade não sabendo nada sobre programação. Nada mesmo. Eu lembro que sempre gostei de informática, e lá pelo final de terceiro ano do ensino médio eu comecei a mexer com web. Eu tinha feito um daqueles cursos básicos de Corel Draw e tinha gostado da coisa. Certo dia resolvi que ia fazer um site, parti pro FrontPage. Meu deus como aquilo é horrível, nem vou colocar link para ele. FrontPage não é um programa, é um erro. Saio, o site até saio, mal e porcamente. Então um primo meu me recomendou o Dreanweaver, infinitamente melhor, bem, ele estava certo. Usando um daquele modelos prontos, eu conseguir fazer algo decente - pra mim na época. Mas era pronto, não tinha graça, então comecei a estudar HTML, ver algumas vídeos aulas e a pegar alguns livros de Photoshop na biblioteca, no primeiro semestre da facul. Foi a melhor coisa que eu já fiz na vida. Como eu adorei aquele poder de manipular as imagens, eu estava fazendo algumas coisas legais. Dai para eu descobrir que precisava aprender o Flash foi um pulo, aquelas belas animações e começavam a aparecer no sites. Resultado, eu comi livro o semestre todo, estudava mais do que as outras matérias do curso.
Bem, agora eu estava apto a criar um site meu de verdade não estava? Bom, mais ou menos. O resultado foi esse - Janeiro de 2006 -. Me lembro que tinha achado um feito e tanto a animação de entrada, apesar de não ser grande coisa. Eu não cheguei a termina-lo, mas foi o suficiente pra me incentivar.
Logo depois conheci meu amigo e atual sócio, também não lembro direito como foi, só sei que ele me falou da oportunidade de produzir uma loja on-line. Eu não tinha a mínima idéia de onde estava me metendo, da grandiosidade da coisa. Eu sempre fui muito ciente da coisas, e apesar de meio sonhador, era pé firma e sabia como fazer a coisa funcionar. Eu tinha que aprender alguma linguagem para trabalhar com sites, seguindo o exemplo de outro primo, parti pro PHP - quem sabe o que é entende. Fui na biblioteca e peguei o maior livro que existia "A Bíblia do PHP", como o nome sugere, era enorme. Eu não fui nenhum gênio, o livro era bem mastigado, explicava bem, e depois de muitas experiencias eu aprendi um poco. O que aconteceu com site? Bem, eu não acabei, de novo, mas aprendi um monte. A essas alturas eu já tinha devorado algumas dezenas de livros. Ainda sabia bem pouco, e é como Sócrates disse, "só sei que nada sei", quando mais aprendo menos vejo que sabia e mais vejo que preciso aprender.
Foi quando eu construí meu terceiro site. Que infelizmente foi deletado e não tenho como linkar aqui. Tinha ficado legal, bem melhor que o segundo e esse sim eu acabei. Finalmente um projeto completo. O primeiro em que eu fiz em parceria em parceria com o meu sócio. Na mesma época eu comecei a fazer algumas coisa mais arrojadas, por puro prazer, ia dormir tarde, ficava mexendo no Flash, fiz algumas animações bem legais. A necessidade me fez aprender a colocar músicas e outras "cozitas mas" nas animações.
E como a vida é engraçada, a duras penas, eu descobri no meu sócio um grande amigo. Mas que isso, um cara de visão, como eu, disposto a criar algo grande, sabem como é, "GRANDE MESMO!". E ele tinha o dom da coisa, eu sabia que tinha, como um diamante para ser lapidado.
Depois saio o primeiro site profissional, esse aqui. Agora sim, em tempo recorde, um site bom de verdade. Na época eu já trabalhava e eu fiz tudo nas horas vagas, a noite e finais de semana, agradeço de coração algumas pessoas que me deram apoio. A grana que eu ganhei serviu para pagar um celular novo, eu comecei a adorar a idéia de ganhar a grana desse jeito.
Isso quando eu comecei a descobrir meus defeitos, me dava bem como programador e até tinha bom gosto, mas o meu forte não era a parte visual, o "designe". Eu demorava demais pra construir algo que prestava.
A verdade, é que antes de sócio, aquele amigo meu foi meu empregado, eu resolvi contrata-la para fazer a parte visual de um novo trabalho. Nessa época as oportunidades começeram a surgir, e dando uma de Bill Gates, eu vendia o que não sabia fazer. Sabia que conseguia aprender, era o bastante.
O site ficou pronto - este aqui - e ele já era sócio de um negócio que a gente apenas planejava fazer. Construir sites. Daí pra frente outros clientes foram aparecendo e a coisa foi se intensificando. Depois de outros dois sites eu estava começando a ficar esgotado, foram uns 6 meses trabalhando como um loco e dormindo pouco. A cada passo que eu dava eu via outra oportunidade, mas o tempo estava ficando curto, os trabalhos começaram a atrasar e eu tinha que fazer alguma coisa. Criei um pequeno portfólio para a minha empressa, a StudioDoctorMR, mas levou muito tempo.
O empreendedorismo foi crescendo dentro de mim, as oportunidades todas aí, eu tinha que achar mais tempo para poder atacar em todas as frentes. As horas a noite e os fim de semanas era muito pouco. Durante alguns meses eu e meu sócio pensamos em pedir a conta dos empregos e se dedicar a coisa.
Sinceramente eu não gosto de atrasar nada e fazer mal feito. Quando isso começou a acontecer, ou era meu emprego ou era os sites. No dia em que eu dormi durante uma das aulas da faculdade eu entendi que era a hora. Acertei a minha saída.
E vejam só, aqui estou eu. Fazem 11 dias agora. A sensação? Ótima. Agora as coisa vão começar a ficar mais clara. A pergunta já não é mais "se", é "quando". Fui realista, a verdade é que a estabilidade demora, os investimentos iniciais são grande, só que o futuro é promissor.
Agora é que meu sócio designer ficou bom, ele ficou bastante tempo na chocadeira e agora atingiu a maturidade profissional. O suficiente para já ter me superado de longe em algumas coisas e saber procurar e aprender sozinho o que é necessário.
Agora chegamos em um nível de igualdade com outras impressas da área e estamos colocando o carro na contra mão para podar algumas delas - com esforço, suor e orgulho.
Nosso ultimo projeto esse aqui, atingiu um nível de equilíbrio muito bom entre "Beleza" e "Funcionalidade", não é nem de longe o melhor, mas as idéias empregadas neles foram uma base muito legal para algumas novas. E cá entre nós, ver as coisas fluindo, é muito bom. Quando surgiu oportunidade, paramos de paga hospedagem e criamos a nossa própria. Cartões, adesivos? Um cliente pediu certa vez, foi o suficiente para resolvermos fazer isso também. E como diz meu sócio: "É por que ninguém pediu pra gente 'plotar' um automóvel, senão a gente já teria feito isso também", o melhor de tudo, ficaria bom.
Sabem, se isso der certo ou não, o sentimento de tentar, a coisa de poder dar o melhor não tem preço. Se você está ai, de saco cheio, tem uma boa idéia, vá atrás, a vida é curta.
As vezes acho que não sou bom o suficiente, a verdade é que em algum momento todos se perguntam isso. Mas quando eu paro pra pensar de onde comecei e como eu já superei muita gente por ai, eu me orgulho. Eu caio, desanimo, reclamo um pouco, porem, lembro do mais importante, não desistir nunca! Como diz aquela frase: O homem disse "Perdi a esperança", Deus disse "Perdi um homem".
E olhem tudo que você faz com esforço, vale a pena. Você pode se arrepender de dezenas de coisas que faz sem vontade, mas não vai se arrepender de nada que fez com muita luta. O que é bom não é facil pequeno gafanhoto.
Alguns caras bons nasceram em berço de ouro, mas os grandes de verdade, aqueles geniais, começeram do nada. Por que esses, enfrentaram dificuldades o suficiente para aprender tudo que sabem. Peça para eles, não foi fácil, porem com certeza valeu a pena.

Bom chega por aqui, já ficou grande.Eu tinha que contar do novo negócio por aqui. Vou manter vocês informados.

Isso se ninguém responder o post chingando...

6 comentários:

  xbacon

9:24 AM

Boa sorte na sua nova empreitada meu amigo!

Eu planejo, dentro em breve, partir atrás do meu sucesso também!

Abraço!

  Du

2:59 AM

Didgio, Sucesso!!!

Veja o que eu e o Nando aprontamos no Paralelo!

http://paralelocomcarinho.blogspot.com/2008/04/que-falta-fazem-os-emoticons-no-o-temos.html

Beijo

  MoorpheuSs

4:36 PM

Legal man, sem persistência nada se consegue, apesar das dificuldades temos que seguir em frente.

Seu post até me despertou!

Abraços e boa sorte: pra nós!

  Krika

7:50 PM

Didgio Querido! Que post bacana, é muito bom saber o que anda acontecendo com os amigos, o texto é uma dose de ânimo.
Também estamos aqui correndo atrás de nosso objetivo, vou dizer pra ti , não é fácil, muitas vezes cansamos, desanimamos mas nos esforçamos para pensar sempre positivo e no melhor.O ser humano não vive sem um sonho e junto a ele temos que carregar a esperança.Temos que lutar feito leões ferozes.É importante seguirmos em frente, o esforço é válido, uma hora a gente acerta rsrs.Um grande beijo e sucesso garoto!

  Rhayan

2:32 PM

Gostei bastante, de saber as dificuldades, e sua forma de encarar elas. na sua vida profissional.


Good Luck.

  Anônimo

1:15 AM

Nossa muita garra!
=D

te desejo sucesso

;* "O que é bom não é facil pequeno gafanhoto."

Post"s Relacionados




Recomendamos