Mp3? Não, ocupa muito espaço! Que tal mil vezes menor?


cientistas e pesquisadores da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, descobriram um jeito de compactar músicas a um tamanho mil vezes menor que o mp3. Só tem um problema, ele é específico pra clarinetas - pelo menos por enquanto.

Os pesquisadores demonstraram a nova forma de compactação musical codificando um solo de clarineta de 20 segundos em um arquivo de apenas 1 Kbyte. A reprodução ainda não é perfeita, mas os pesquisadores afirmam estar chegando lá.

O programa por enquanto é específico para a clarineta, e se baseou em um estudo exaustivo da física do instrumento e do músico, incluindo a velocidade de movimento dos dedos e a força com que os lábios são pressionados a cada nota.


A técnica envolvida, é a mesma do mp3, retirar todo som desnecessário. O grande lance na horda de comprimir uma música, é retirar todo ruido e todas as freqüências sonoras que não são ouvidas pelos ouvidos humanos. Se você se pergunta por que um DJ usa ainda cd's ou até discos de vinis, há sim uma explicação, a qualidade do som.

De qualquer forma, boa iniciativa. É bem útil ter... sei lá... milhares de músicas em menos de 1Mb. O pesquisadores continuam tentando aperfeiçoar a tecnologia.

Via. Inovação Tecnológica.

0 comentários:

Post"s Relacionados




Recomendamos