Movendo um precesso contra Deus.


Quando a gente acha que o mundo já é bizarro o bastante, um cara chamado Ernie Chambers resolver processar Deus. Sim, Deus!

A acusação?

Gerar medo e de ser responsável por milhões de mortes e destruições pelo mundo. Segundo ele, Deus gerou “inundações, furacões horríveis e terríveis tornados”.
Chambers comentou que Deus fez ameaças terroristas contra ele e seus eleitores. Conforme o senador, ele abriu o processo em Douglas porque Deus está em todos as partes.


Douglas é nome do condado, no estado de Nebraska - no qual Chambers representa como senador - ,no Estados Unidos.
Mas, o que parece loucura, é apenas uma forma de chama atenção. O senador quer alertar para o grande número de processos irracionais que sobrecarregam o sistema judiciário americano.

Segundo Chambers, a iniciativa foi uma forma de protestar contra o alto número de processos que são abertos pelos americanos que ele considera ridículos.


Quem será o advogado de Deus?

Confesso que isso mostra claramente como a justiça (Órgão Público) é uma forma burocrática e ultrapassada de manter a ordem. Mesmo que, no momento atual, seja a que melhor se apresente.
Agora, no ultimo dia 15 o processo foi arquivado. O juiz Marlon Polk achou um bom motivo para acabar coma a brincadeira: não se tem informações a respeito do endereço legal de Deus, portanto, não é possível mandar uma intimação ao mesmo.
Não derrotado, o senador retribuiu a jogada de forma fantástica:

"A corte reconheceu, desta forma, a existência de Deus", afirmou. "Desta forma, uma das conseqüências de reconhecer Deus é admitir sua onisciência. E, se Deus sabe tudo, Deus foi automaticamente notificado deste processo", completou.

Chambers tem agora 30 dias para decidir se vai ou não recorrer do arquivamento do processo.


Puts! Não conheço o senador - que inevitavelmente é conhecido pelas críticas aos cristãos -, mas confesso que adorei a maneira de criticar a sociedade.

Fonte:
Planeta Bizarro - BBC

0 comentários:

Post"s Relacionados




Recomendamos