Rumo aos novos tempos.

Lendo sobre essa nova campanha ateísta britânica , as coisas ficam mais claras do que nunca. Meninos e meninas, os tempos estão mudando.
De alguns anos para cá, muitos dos seres ditos vivos e pensantes começaram a estimular os seus neurônios. Seja culpa da mídia, da internet, ou dos blogueiros (por que não?), eles incluiram várias palavras novas em seu vocabulário. Conseqüentemente pararam de aceitar as verdades a sua volta e começaram a se questionar.
Qual foi o primeiro alvo destas pessoas? Os políticos? Seu time de futebol? Não. Deus! Sim, ele mesmo, o todo poderoso - não Jim Carry.
Provavelmente o que vem a seguir é uma distinção bem clara dos religiosos e dos ateus. Não que metade das pessoas deixará de acreditar em deus. Vejo algo mais simples, elas terão suas próprias e individuais ligações com o ser supremo, do seu jeito, achando dispensável qualquer orgão para regulamentar as coisas. Sem essa história de sudora e gomora, o fim dos tempos.
Do outro lado, pessoas de fé, fervorosas em suas crenças, dispostas a tudo pelo seu Deus. Que o próprio Deus ponha um limite a elas. Não sou contra ou a favor de nenhuma religião, só não me dou bem com os homens bombas. Me considere budista se preferir.
Muitas pessoas enriqueceram e ganharam fortunas coma a religião. E isso não tem nada haver com elas serem mais ou menos abençoadas. Você tem que concordar que pagar para salvar um ente querido do purgatório é besteira, coisa que acontecia em tempos mais antigos.
Nada contra as pessoas que gostam de se reunir em nome de algum ideal. Bom para elas. São as verdades impostas, as palavras não interpretadas que devem vir abaixo. Quando se pensa, se questiona.
Parte das escrituras da bíblia ainda nem sequer foram reveladas. Um grande livro certamente, que por motivos bem claros, poderia ser melhor se fosse revisado (melhorado, atualizado). Tantas vezes reescrito em conventos, do latin para muitas linguas. De uma verdade, tiram-se três idéias. Não sei até onde isso é vantajoso.

A questão aqui é pensar, não desrespeitar. É polir uma jóia preciosa. O princípio básico que todo ser humano deveria levar consigo é simples: "Posso estar errado".


Afinal de contas, dogmáticos e céticos são tão chatos.

1 comentários:

  Rose

5:33 PM

Vim,vi e gostei.Virei fã, ok?
Ri bastante.Tem conteúdo e ´e um espaço bem inteligente.
Valeu.Não me processe por roubo, viu?
http://pimentacor-de-rosa.blogspot.com/

Post"s Relacionados




Recomendamos