Last.fm, ela ainda vai te salvar.


Nunca fui muito fã de radios on-line. Existem N motivos, desde aquele som de banheiro, até a falta de liberdade. É praticamente impossível manter uma seleção na maioria delas.
Mas, vejam só, depois de brigar tanto com elas, cai de amores por uma. A Last.fm. Ela me entende, cuida bem do meu perfil. Seja procurando músicas, ou descobrindo coisas novas sintonizando tags, ela funciona. E acerta em cheio nisso. O pessoal se preocupa tanto em inventar firulas que normalmente esquece o principal, fazer com que a coisa funcione.
Você escolhe o estilo e pronto. Sem espera, sem propagandas, sem porcarias que estão no ar só por que foram patrocinadas.
Vai ter festa em casa? A mulherada vai aparecer? Estão loucas por um sertanejo universitário? - e você nunca escutaria nunca uma coisa dessas por isso não tem nenhuma música - Põe no Last.fm e deixa tocar, todo mundo fica feliz. Funciona. E se achar que estou mentindo e só olhar.
É a minha escolha no trabalho e até em casa quando eu cansei das mesmas músicas. Preciso dizer que dificilmente repete?

Experimentem, Last.fm. O registro vale a pena.
Ganhou o meu respeito.

Esse post não é patrocinado.

2 comentários:

  Will Walber

12:46 PM

Conheço faz um tempo. Muito bom mesmo... sempre vou lá pra conhecer novos sons! ;P

  gilberto.nakamura

1:24 PM

Last.fm + banshee ou amarok == lucro. Por se tratar de uma rádio semi-aberta ela tem uma integração com diversos programas opensource. É ótima

Post"s Relacionados




Recomendamos